GAME OF QUALITY no TDC 2017 Floripa…

Logo

Hoje tive a oportunidade de compartilhar o jogo GAME OF QUALITY com a galera do TDC 2017 de Floripa, foi magnífico! Aplicado na trila Dinâmicas e Facilitações, onde tínhamos aproximadamente 75 pessoas.

Iniciamos a palestra com as apresentações iniciais, onde compartilhei com as pessoas presentes o meu perfil profissional e minhas convicções de carreira em relação a práticas/métodos/certificações/conhecimentos. Também teríamos a participação do Rodrigo Ribeiro, pessoa fundamental na Cocriação do jogo, mas devido a sua ausência não conseguiu contribuir no encontro 😦

A palestra foi organizada da seguinte forma:

10min: para contar a jornada da criação do jogo
40min: para aplicar o jogo na prática (baita desafio, pois éramos mais que 70 pessoas)

Nos 10min iniciais compartilhei o objetivo do jogo…

“Instigar e disseminar conhecimento em práticas de qualidade de software, promovendo interações e aprendizado com práticas do dia-a-dia.”

Neste momento reforçamos a importância de buscarmos alternativas de aprendizado diferenciado aos modelos tradicionais (ppt, teoria, instrutor-aluno).

Após os objetivos, foi fundamental sinalizar o contexto onde as pessoas estavam inseridas no dia-a-dia, ou seja, pessoas que atuavam no modelo “cascata” (pessoas distribuídas fisicamente, etapas especializadas, forte atuação com artefatos) de desenvolvimento, passando à atuar em times “ágeis” (juntos fisicamente, potencializando a multidisciplinaridade, forte comunicação).

Qual o contexto?

  • Pessoas iniciando atuação em times ágeis;
  • Descentralização da “disciplina” de qualidade;
  • QA’s da organização atuando junto com QA’s dos parceiros de desenvolvimento/testes;
  • Necessidade de maximizar o “drive” de qualidade nas entregas.

Com o entendimento do contexto as pessoas passaram a entender as necessidades e desafios existentes para gerar um alto grau de engajamento e eficácia nas iterações (sprints) das entregas dos times.

Ainda dentro da “parte teórica” (10min) da palestra, contamos a jornada desde a necessidade até os jogos no dia-a-dia nos times.

Podemos contar a história do GAME OF QUALITY em quatro grandes momentos, são eles:

  • Surge uma necessidade

Em out/16 percebemos a importância de criamos um jogo para gerar um maior grau de engajamento das pessoas na disciplina de qualidade de software. Tínhamos que pensar em algo que fosse diferente dos modelos tradicionais de aprendizado e gestão do conhecimento. Neste momento passamos a ter a convicção que um jogo seria uma meta a ser perseguida. Pois diferente dos momentos tradicionais de “ensino”, teríamos a condição de gerar um aprendizado rico em conhecimento e simulações reais do dia-a-dia. Sabíamos que precisavámos pensar de forma diferênciada.images (1)

  • Cocriação

Com a convicção, passamos a pensar em como criar o jogo, algumas alternativas foram pensadas, mas somente tivemos evolução no momento que começamos a interagir com pessoas de outras áreas (skill diferentes). Falamos com outros Analistas de Testes, QA’S, GP, Gestores e Marketing. Nas conversas com as pessoas do Marketing tivemos um grande inside, pensar o jogo no formado de RPF (Role-playing game), jogos baseados nas interpretações de papeis/desafios.

A partir deste momento tivemos uma visão clara de como seria o nosso jogo.

images (3)

  • 1º Protótipo e Validação

Durante o mês de dez/16 criamos uma versão inicial do jogo. Foram criadas as regras, desafios, eventos e techs, elementos que fazem parte do jogo.

Desenvolvemos um protótipo e aplicamos na Comunidade de Prática de Qualidade de Software. Tivemos inúmeros feedbacks construtivos e melhoramos aspectos como: nome do jogo, descrição dos desafios e eventos, simplificação dos techs, otimização das regras do jogo e principalmente validamos a hipótese de aplicar o jogo entre grupos de pessoas, e não individual.

Observação: Inicialmente o jogo era chamado de “Power Quality”, mas com as validações e feedback das pessoas realizamos uma votação com três opções de nomes e renomeamos o jogo para GAME OF QUALITY.

  • Muitos jogos

Com as validações e feedbacks das pessoas tivemos as confirmações necessárias para evoluirmos no desenvolvimento do GAME OF QUALITY. Neste momento buscamos apoio com pessoas especializadas em design para criarmos a identidade visual do jogo, onde tivemos uma grande ajuda no visual do nome do jogo.

Com o visual do nome do jogo, passamos a criar uma identidade visual muito focada na “mistura” das cores azul, preto e amarelo.

Os arquivos foram gerados em ppt (facilitar as edições de um “leigo” em designer) e logo após enviado para uma gráfica para impressão.

Com o jogo “em mãos”, passamos a jogar com os times. Os jogos começaram a ficar mais intensos a partir do mês de jan/17 e desde então passou a ser rotina a aplicação do jogo junto aos times.

20170310_101412

IMG_0165

IMG_0041

Dinâmica do jogo:

  • Desafios/Evento: Cenários que simulam situações que ocorrem durante os ciclo de desenvolvimento de software (cascata/ágil).
  • TECHs: Cards com as práticas de qualidade de software que são usadas para resolver os Desafios/Eventos.

As pessoas são organizadas em grupos (2 a 10 pessoas) e cada grupo recebe um conjunto de TECHs.

Um desafio é selecionado e narrado para os grupos.

Os grupos precisam avaliar o desafio e selecionarem três práticas de qualidade mais adequada para resolver o desafio. Cada desafio possui uma resolução com as respectivas práticas de qualidade recomendada pelo jogo, e os grupos que acertarem as práticas, pontuam conforme o desafio.

Assim o jogo poderá ocorrer inúmeras rodadas, mas recomendo entre 3 e 5 rodadas, para o jogo não se tornar “chato”.

Fotos do TDC 2017 Floripa: 03/05/17

IMG_1148

IMG_1150

IMG_1151

IMG_1152

IMG_1153

Anúncios
Sobre

Engajado, responsável e colaborativo! MBA em Gerênciamento de Projetos! Algumas certificações: PSC, CSM, CTAL-TM, Empreendedor, Desing Thinking e Lean Startups. Mais de 15 anos atuando com Qualidade de Software, Governança de TI (Processos e Contratos) e Gerenciamento de Projetos e Transformação Ágil.

Publicado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 516 outros seguidores

Follow Rodrigo Murari Severo on WordPress.com
Blogs que sigo
Samuel Lucas

Experiências e aprendizados

Márcio Habigzang Brufatto

Desenvolvedor, Palestrante e Aprendiz

Rodrigo Murari Severo

Entrega é Eficiência, Qualidade é Eficácia...

Jorge Horácio "Kotick" Audy

Compartilhar Agile, dia-a-dia no ambiente selvagem da Savana SCRUM

Samuel Lucas

Experiências e aprendizados

Márcio Habigzang Brufatto

Desenvolvedor, Palestrante e Aprendiz

Rodrigo Murari Severo

Entrega é Eficiência, Qualidade é Eficácia...

Jorge Horácio "Kotick" Audy

Compartilhar Agile, dia-a-dia no ambiente selvagem da Savana SCRUM

%d blogueiros gostam disto: